Escolhendo a telha

Postado em 1 junho , 2015

Na hora de construir, é importante saber quais telhas usar. Existem vários tipos no mercado, todas com especificidades diferentes e funções que se adequam ao tempo e área em que serão instaladas. Também é preciso levar em consideração a inclinação indicada pelo fabricante. Veja alguns dos tipos mais comuns e funcionais disponíveis.

telha-cerâmicaCerâmica

Fornece ótimo isolamento térmico, fazendo com que qualquer ambiente interno fique mais fresco do que o externo. Por serem pesadas – cerca de 10kg/m2 – é necessário que o telhado seja forte o suficiente para suportá-las. Absorvem um pouco da água da chuva.

telha-concretoConcreto

Ao contrário das telhas de concreto, elas não absorvem água da chuva. Vêm em variadas cores, inclusive branco, o que torna o conforto térmico ainda maior, já que refletem mais a luz do Sol, em vez de absorvê-la. Pesam cerca de 18kg/m2.

telha-fibrocimentoFibrocimento

São leves e resistentes, mas podem ter problemas com chuvas e ventos. Por isso, devem ser bem fixadas na hora da instalação para evitar acidentes. Seus tamanhos podem variar entre 1,20 e 2,15, dependendo do fabricante.

telha-vidroVidro

Ideais para ambientes que precisam receber mais luz natural. Podem ser instaladas sobre áreas externas – como varandas – ou sobre áreas internas – como corredores e halls – para dar mais luminosidade. Podem ser conjugadas às telhas de cerâmica ou concreto. Neste caso, o ideal é levar um modelo na hora da compra para comparar a viabilidade de utilização.

telha-metálica galvanizadaMetálica galvanizada

Essas telhas passam por uma galvanização, ou zincagem, para proteger seu aço da corrosão atmosférica. Possui quatro tipos de espessura padrão (chapas 21, 22, 26 e 28) e formato trapezoidal.

telha-galvalumeMetálica Galvalume

Esta chapa de aço é revestida com uma camada de liga de alumínio e zinco num processo de imersão à quente. Seu uso é recomendado em locais que precisam de maior resistência à corrosão atmosférica superior, aparência, elevada refletividade de calor, resistência à oxidação em temperaturas elevadas aliadas a um melhor aspecto superficial.

telha-termoacústicaTermoacústica

Esta telha é formada por duas telhas convencionais preenchidas por material inerte (poliuretano, isopor (EPS), lã de vidro ou lã de rocha), fazendo um “sanduíche” ou ainda pode ser somente uma telha metálica com revestimento inferior. Os materiais escolhidos para o preenchimento têm baixo coeficiente de condutividade térmica (k) e oferecem uma resistência nas trocas constantes de calor externo e interno nas construções, o que permite a utilização de menos equipamentos de refrigeração, redução em problemas de acidentes por fadiga e melhoria no ambiente de trabalho. É o melhor tipo para proteger contra o calor excessivo.

telha-ecológicaEcológica

Esta telha leve é feita com camadas de fibras vegetais impermeabilizadas com betume e protegidas por resina. Ela vem em quatro cores obtidas a partir de pigmentação e fáceis de instalar.

telha-policarbonatoPolicarbonato

Este material é transparente e resistente. Estas telhas têm tratamento contra os raios UV, o que garante uma vida útil muito maior do que as telhas de fibra de vidro ou PVC, por exemplo. Elas também não amarelam e não perdem a transparência. Como são frágeis, deve ser mantidas em local protegido até sua instalação. Sua fixação deve ser feita através de perfis de alumínio com gaxetas de Neoprene ou EDPM, que não danificam o policarbonato.

telha-calhetãoCalhetão

Bastante utilizada na década de 1980, não é muito vista nos dias de hoje. São as melhores para cobrir grandes vãos livres, entre 3m e 9m. Possui espessura de 8mm e, para a sua instalação, a inclinação do telhado pode ser reduzida por causa de seu tamanho – mínima de 5%.

telha-translúcidaTranslúcida

Indicadas para telhados, coberturas e fachadas e que favoreçam a entrada de luz natural no ambiente. Cerca de 70% da luminosidade consegue passar.

telha-translúcida´polipropilenoTranslúcida de Polipropileno

Essas são produzidas em Fiberglass, leveis e podem ser usadas em construções comerciais, industriais ou residenciais.