Como resolver o problema mofo e umidade!

Postado em 13 abril , 2016

A umidade excessiva nas paredes, além de deteriorar materiais como a tinta, o acabamento e os moveis, também cria aquilo que conhecemos por mofo.
Causados pela umidade provocada pela infiltração de água nas paredes, os fungos do mofo podem se originar do solo, da chuva ou de outro imóvel, e cada caso necessita de uma solução. A primeira dica é descobrir de onde a água está se originando antes de tratar o mofo. Se a água vier do teto ou da parede, será necessário impermeabilizar o lado externo com produtos específicos, vendidos em lojas de construção. Se a umidade se origina do chão, será necessário fazer a retirada do piso, retirar o reboco e impermeabilizar internamente. E se o problema estiver na casa vizinha, seu dono deverá executar a reforma. Só depois de resolvida a infiltração a parte mofada poderá ser removida e então realizada nova pintura.

limpando

Como limpar mofo das paredes?
Cuidado: O mofo pode causar reações alérgicas e problemas de saúde. Assim, se você tiver um problema grave de mofo nas paredes, pode ser melhor procurar a ajuda de um especialista. Caso ele esteja localizado em uma área restrita, lembre-se de usar proteção para os olhos, luvas e uma máscara para o rosto, já que o contato com os esporos pode fazer mal à sua saúde. Deixe as janelas abertas ou utilize um ventilador no cômodo onde será feita a limpeza.
Para começar, misture uma solução de alvejante com cloro e água (em geral na proporção de uma parte de cloro para uma parte de água). Basta lavar muito bem a área mofada com uma escova de cerdas duras e depois enxaguar com um pano úmido em água limpa e deixar secar.
Espere algumas semanas, se o mofo retornar, repita a operação.
Depois da parede bem seca, passe a seladora, pincelando de forma cruzada. Finalize com a pintura (você pode optar por tintas com ação anti-mofo).
Se esse método não funcionar, há produtos formulados especialmente para mofo e bolor nas paredes, que são mais fortes. Mas lembre-se de testar primeiro em uma pequena área fora de visão, e nunca misture soluções de limpeza, pois isso pode gerar reações químicas perigosas.

Dicas de como evitar a volta do mofo e do bolor
Uma vez que você tenha dado fim ao bolor em suas paredes, é necessário evitar que ele volte. Se você tiver utilizado um produto especialmente formulado para isso, ele poderá ajudar a evitar que os esporos voltem a se instalar.
Para evitar a formação de mofo no longo prazo, considere:
Instalar um desumidificador elétrico nas áreas mais gravemente afetadas;
Sempre manter ambientes úmidos bem ventilados e tão secos quanto possível;
Estender cortinas de banheiro e toalhas para secar;
Consertar vazamentos no momento de sua descoberta para evitar que a umidade se infiltre em cavidades e abaixo do piso.